Atenção para golpe envolvendo precatórios

O Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul alerta para um novo tipo de golpe envolvendo solicitações de pagamentos de custas processuais a credores para a suposta liberação, mais rápida, de valores decorrentes de precatórios.

Os relatos apontam que os golpistas apresentam documentos, via WhatsApp, firmados supostamente por Advogados, procuradores, desembargadores e servidores do Poder Judiciário, em que comunicam a liberação antecipada do valor do precatório, mediante o depósito do valor de “custas”, via PIX.

O TJRS alerta que nenhum valor é cobrado pelo Serviço de Processamento de Precatórios para a liberação das parcelas e nem tampouco para o pagamento do saldo ou integralidade do crédito do precatório.

Os credores podem obter informação segura junto ao Serviço de Processamento de Precatórios, que está habilitado a atualizar sobre a situação do precatório, previsão de pagamento e possibilidade de pedido/recebimento da parcela superpreferencial por doença grave, deficiente ou idoso.

A partir do número do precatório é possível realizar pesquisa e acompanhamento do pagamento de seu crédito no site do Tribunal de Justiça, no link: https://www.tjrs.jus.br/novo/processos-e-servicos/precatorios-e-rpv/pesquisa-de-precatorios/.

Fonte: TJRS

Deixe um comentário